EM BREVE
VOID@AVOID.COM.BR

Categorias

TURN OFF YOUR SMARTPHONES

TURN OFF YOUR SMARTPHONES

Renan Queiroz e um desabafo sobre o uso de celulares em shows.
...
O futuro chegou. Era maldita. Era safada. Era doente e dominada pelo capeta. O capeta em forma de tecnologia, o capiroto veio disfarçado de smartphone, roubou nossa privacidade, nossas crianças e agora tá querendo matar o rock n rol também.  Mas ué, e o o RÓQUE não era coisa do capeta?  ERA, se perdeu na curva, o diabo não gostou e agora bota em prática seu plano de sugar toda alma dos shows ao vivo, a cada flash disp... (continue lendo)

DR QUEIROZ Por Renan Queiroz 25.07.2014 Continue Lendo
BOYHOOD

BOYHOOD

Leandro Vignoli analisa o novo filme do momento e se valeram os doze anos de espera.
...
Entre tudo que você achar, entre gostar ou não, é impossível ficar imune a alguma nostalgia após ver o filme. Como um roteiro de cinema, propriamente dito, Boyhood se desprende de qualquer arco básico mais conhecido, como um romance central, mocinho/vilão ou redenção, e no lugar escancara a falta de qualquer norte. E é esse o exato ponto que faz dele ótimo. Linklater já mostrou a manha em história aber... (continue lendo)

JABAZERA Por Leandro Vignoli 24.07.2014 Continue Lendo
TIRA ESSES GRILHÕES DO PESCOÇO

TIRA ESSES GRILHÕES DO PESCOÇO

Uma provocação e um conselho aos acomodados e / ou frustrados. 
...
Desde moleque, cada um de nós é intensamente condicionado a responder à questão “o que você quer ser quando crescer?” com uma profissão na ponta da língua (de respeito, preferencialmente... nada de ator, músico, jornalista ou designer). Aparentemente, nascemos, crescemos e nos projetamos única e exclusivamente para sermos um profissional. E de sucesso, pra não jogar no lixo os milhares de reais gastos em cursinhos. ... (continue lendo)

BLA, BLA, BLA, ENFIM... Por Pedro Willmersdorf 23.07.2014 Continue Lendo
QUASE FAMOSOS

QUASE FAMOSOS

Enviei o Renan Queiroz para acompanhar a tour da Dr. Hank. E essa viagem ele terminou. De começar.
...
Esses dias meu chefe aqui na void - aquele alemão que tem cara de querido, de genro perfeito, mas que no fundo é maluco doidaço - veio com umas ideias nadavê de que eu tinha que escrever uns textos para a seção musical do site, falar do que fosse, jogar minhas idéias de maneira eloqüente aqui nesse blog desconcertante e provocador. Achei uma bosta de uma idéia, sinceramente. Primeiro porque eu nem sei o que quer dizer eloqüente e p... (continue lendo)

DR QUEIROZ Por Renan Queiroz 22.07.2014 Continue Lendo
ALGUÉM QUER PEGAR A SKATISTA GATINHA?

ALGUÉM QUER PEGAR A SKATISTA GATINHA?

Tobias Sklar, novo velho amigo e colaborador, estréia no nosso site e opina sobre a capa da Playboy e a utilização da imagem do skate atualmente.
...
Quem gostaria de pegar a moça da capa da playboy deste mês? Pergunta com uma resposta quase óbvia para boa parcela da população, porém, para um certo grupo distinto, a discussão ultrapassa a alegria de curtir atributos físicos e as vantagens financeiras de estar na companhia da ex-BBB Vanessa Mesquita. Quem? Os skatistas! Tudo porque para uma boa parte dos skateboarders se trata de uma afronta ela ter sido clicada com o objeto de sua devo&cc... (continue lendo)

SKLAROCK'S Por Tobias Sklar 21.07.2014 Continue Lendo
COMO SER UMA VACA MEIGA

COMO SER UMA VACA MEIGA

Serviço de utilidade pública por Larisca: Quem é vaca meiga chega onde quiser (e não cria inimigos!).
...
“Claro, sem problemas! Qualquer dúvida, estou inteiramente à disposição.” TUDO MENTIRA. É sabido que experiências profissionais agregam currículo, malemolência em testes de RH, crachás velhos, crachás novos, semi-conhecidos-de-firma-que-você-atravessa-a-rua-estrategicamente-para-não-ter-que-dar-oi, e por aí vai. Mas certos aprendizados - aqueles que não envolvem o pacote Office, es... (continue lendo)

Larisca Por Larissa Gargaro 18.07.2014 Continue Lendo
O DIA DOS AUSENTES

O DIA DOS AUSENTES

Giovani Groff, o nosso guru do Relaxume, foi ao estádio do São José para acompanhar o jogo entre a seleção Gaúcha e a seleção Alemã, aquela que foi campeã da Copa do Mundo. E o resultado não poderia ter sido outro. 
...
O ambiente era digno de final, a torcida compareceu em peso ao Zequinha, mítica cancha do São José (o clube mais simpático do estado- para prestigiar a apoiar a seleção gaúcha (reunida e patrocinada pela Polar) no desafio feito a seleção alemã, campeã mundial. Esse jogo definiria o verdadeiro campeão, já que a seleção daqui não disputou aquele torneio inferior ao gauchão, chamad... (continue lendo)

RELAXUME Por Giovani Groff 17.07.2014 Continue Lendo
SALVEM OS HATERS

SALVEM OS HATERS

Leandro Vignoli e o importante papel dos haters no mundo.
...
“Esse aí não gosta de nada”. É uma das frases que mais já ouvi na vida desde que comecei a escrever na internet lá pelos idos de 2002. No Gordurama, site criado junto com meia dúzia de bróders, criticávamos discos e filmes e quadrinhos sem qualquer benevolência e com muito sarcasmo. Tudo isso foi muito muito muito antes da propagação do “hater”. E essa (má) fama de “odiadores&rdquo... (continue lendo)

JABAZERA Por Leandro Vignoli 16.07.2014 Continue Lendo
O JORNALISMO BRASILEIRO VIROU UM PÁTIO DE COLÉGIO

O JORNALISMO BRASILEIRO VIROU UM PÁTIO DE COLÉGIO

Nosso estreante, Pedro Willmersdorf, analisa os princípios éticos do jornalismo brasileiro na Copa.
...
Com o desenrolar da partida entre Brasil e Alemanha pelas semifinais da Copa do Mundo, grande parte das atenções foi desviada do jogo dentro das quatro linhas para uma outra direção, mais especificamente para dentro das redações dos jornais de todo o mundo. Como a mídia, tanto nacional como estrangeira, absorveria a maior derrota da história da seleção brasileira de futebol? Os sete a um aplicados pela blitzkrieg germâni... (continue lendo)

BLA, BLA, BLA, ENFIM... Por Pedro Willmersdorf 15.07.2014 Continue Lendo
A OUTRA COPA

A OUTRA COPA

A Copa da Zoeira terminou. Mas outras Copas bem menos glamourizadas e bem mais verdadeiras continuarão acontecendo em campinhos por aí. Nosso arrojado Giovani Groff e o outro futebol.
...
Ainda atônito pela ACACHAPANTE goleada sofrida pelo escrete canarinho, continuei a minha saga marabijosa de viver essa Copa até o talo e tentar sobreviver, não de forma ilesa, mas com poucas seqüelas a essa enxurrada de emoções e borraxume. Vi o jogo da Argentina num bar Porteño, famoso reduto dos hermanos em Porto Alegre. Mal vi o jogo na real, porque fiquei na calçada, devido à lotação do estabelecimento. Foram cento e l... (continue lendo)

RELAXUME Por Giovani Groff 14.07.2014 Continue Lendo